in

Serial killer do DF sacrificou vítima em ritual satânico

As investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apontam que o serial killer Lázaro Barbosa sacrificou Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, em um ritual satânico.

As equipes identificaram vários objetos místicos usados na cerimônia (como altares, tigelas de barro com dinheiro, velas, cachaça e pentagramas desenhados no chão). A informação é do portal Metrópoles.

De acordo com os investigadores, Cleonice teve mechas de cabelo cortadas e uma orelha arrancada à beira de um córrego em Ceilândia. Lázaro, de 32 anos, também assassinou o marido e os dois filhos da vítima.

Os objetos encontrados pelos policiais foram localizados nos acampamentos montados pelo criminoso em sua fuga.

Às vítimas de um assalto em Goiás, Lázaro afirmou estar possuído por um espírito e que “vai levar o tanto de gente que puder”. Segundo o tenente Gerson de Paula, há indícios de que o criminoso pratique os rituais desde a adolescência.

Nesta quarta-feira, as autoridades mobilizaram uma equipe de 200 agentes de segurança para deter o serial killer. Para o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, Lázaro deve ser capturado ainda hoje.

URGENTE! Witzel abandona CPI ao ser questionado sobre respiradores

É FESTA! Mais um recorre ao STF para não ir na CPI